7 mitos e verdades sobre finanças pessoais

por Contato Microlins
Acessos: 93

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
As finanças pessoais são o ato de gerenciar e planejar os gastos e investimentos por conta própria.

Um dos maiores problemas da atualidade é o acúmulo de dívidas por não ter conhecimento de como administrar os gastos pessoais. Como há diversos comentários a respeito desse assunto, é comum nos confundirmos sobre o que é verdade ou mito.

Juntamos 7 mitos e verdades para te ajudar a entender e administrar melhor as suas finanças. Confira aqui:

 

Só dá para poupar o que sobra no final do mês: MITO

As pessoas que fazem um bom planejamento financeiro não possuem sobras no final do mês: tudo o que restou é planejado e calculado. Saber dividir o dinheiro corretamente para todas as despesas necessárias ou desejadas é de extrema relevância para economizar. A boa divisão do que fazer com o que você ganha é um dos principais passos para um bom desempenho econômico.

 

Quem investe é porque tem muito dinheiro: MITO

Uma das maiores mentiras a respeito de finanças pessoais é a de que apenas pessoas com muito dinheiro podem fazer investimentos. Este recurso proporciona um retorno favorável, ou seja, não é necessário possuir uma grande quantia de capital para que seja aplicado. As pessoas que possuem noção de finanças sabem como enxugar os gastos e conciliar melhor o dinheiro que recebem com as despesas fixas, tornando possível aplicar uma parte do total.

 

Educação financeira ajuda a evitar e combater dívidas: VERDADE

A consciência do que se ganha e do quanto se gasta é uma das melhores formas de se manter longe de possíveis dívidas e complicações financeiras. O método de organizar as finanças pessoais faz com que se crie formas de manter as contas em dia sem se apertar no final do mês, afinal é difícil se perder quando se tem controle.

 

A base de finanças pessoais é a matemática: MITO

É claro que é necessário saber fazer contas básicas para administrar as suas finanças, mas isso não significa que matemática seja a base para isso. Entender a urgência de planejar, não ter atitudes financeiras impulsivas, entre outras características, é muito mais importante do que saber como calcular. Não tenha medo de administrar suas finanças na sua vida por conta do trauma da matemática!

 

Educação financeira é apenas para especialistas: MITO

O controle das finanças pessoais é para quem quer aprender a manter os gastos menores do que os ganhos. Não é necessário ser especialista para equilibrar a sua própria economia. Mais uma vez: é mais relevante entender quais devem ser as suas atitudes do que dominar os assuntos financeiros.

 

Educação financeira é para a vida toda: VERDADE

A partir do momento que você implementa as finanças pessoais na sua rotina e obtém resultados, não vai mais querer parar. Independente de momento da vida, é sempre preciso buscar equilíbrio financeiro para não sofrer as consequências das dívidas. Educação financeira é uma forma de aumentar os seus resultados com pequenas ações cotidianas.

 

Educação financeira pode melhorar os resultados nas empresas: VERDADE

Quando os problemas financeiros dos empregados diminuem, aumenta-se o rendimento. Sem preocupações sobre as dívidas que têm, os funcionários tendem a ser mais criativos e produtivos, já que diminuem as faltas e até mesmo o número de trabalhadores doentes.

Os inúmeros mitos que existem sobre finanças pessoais fazem com que as pessoas decidam não adotar essa prática. Saber como lidar com os desafios econômicos é extremamente relevante para se manter sem preocupações e estar apto a manejar suas finanças de maneira consciente. Gostou de saber sobre esse assunto? Conta pra gente nos comentários!

 

 
Pin It

Comentários (0)

There are no comments posted here yet

Deixar seu comentário

Posting comment as a guest. Sign up or login to your account.
Anexos (0 / 3)
Share Your Location